Notícias

Crivella irá processar Susana Naspolini e Globo, anuncia prefeitura do Rio

Em nota, prefeitura diz que levará caso ao Ministério Público e chega a acusar Susana Naspolini de "falsidade ideológica".

PUBLICIDADE

A Prefeitura do Rio de Janeiro, por meio do seu site, publicou uma nota nesta quinta-feira, 12 de setembro, em que afirma que irá processar a TV Globo. A nota faz parte de uma espécie de guerra pessoal do prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, e a própria Globo.

Dessa vez, no entanto, a briga esbarra na repórter Susana Naspolini, responsável pelo quadro RJ Móvel. A prefeitura diz na nota que irá “Representar contra a repórter no Ministério Público para apurar eventual prática de crime de falsidade ideológica”. Susana Naspolini é conhecida por ser a repórter mais amada do Rio. A jornalista exibe problemas da cidade e cobra soluções.

Prefeito Crivella processará Rede Globo: Susana Nasponini é criticada por prefeitura do Rio

Como polêmica começou? A repórter costuma mobilizar toda a população e ser bem querida. A prefeitura do Rio, no entanto, fez um vídeo contra uma reportagem feita por Susana. A polêmica começou quando a repórter estava ao vivo tentando mostrar as obras feitas em uma escola. A população da região reclamava que o local estava com problemas.

Susana Naspolini não disse que caderno com erros era de Aluno: prefeitura diz que processará Globo

A repórter não teve permissão para entrar no colégio, tendo a sua presença permitida apenas do lado de fora. Susana mostrou que os muros do local foram pintados, mas que a calçada não havia sofrido uma reforma. Na reportagem, ela pega um caderno e mostra letras gigantes, questionando que nota merecia alguém que faz uma redação daquele jeito.

Susana Naspolini é alvo de Crivella: prefeito tem histórico de problemas com Globo

O tal caderno tem palavras soltas e grandes e, em nenhum momento, a jornalista diz que foi uma criança quem escreveu aquilo, ainda que fique subentendido que pelo tamanho das letras tenha sido ela mesma para a reportagem. Susana questiona então se um aluno que escreve tudo errado merece nota baixa, porque a prefeitura não sofre a mesma avaliação.

Globo defende Susana Naspolini, após ataque da prefeitura do Rio

A entidade, no entanto, fez um vídeo que mostra até crianças chorando, dizendo que foram ofendidas pela profissional. O conteúdo é nitidamente tendencioso, o que fez a Globo emitir uma nota. O caso também foi tratado nesta quinta-feira, 12, no próprio RJTV. O programa reexibiu a matéria feita por Susana, onde em nenhum momento ela critica as crianças da escola.

Leia abaixo a nota completa da prefeitura do Rio: órgão processará Globo

COMEÇA A NOTA. “É lamentável que, em sua sanha de perseguir o prefeito Marcelo Crivella, a Rede Globo de Televisão se preste a um papel preconceituoso e covarde, atingindo a honra e a autoestima de jovens alunos da rede municipal de ensino e de seus professores.

Susana Naspolini e Globo serão processados,diz nota da prefeitura do Rio
Susana Naspolini e Globo serão processados,diz nota da prefeitura do Rio

Por isso, a Prefeitura do Rio vai processar a emissora pela matéria mentirosa e manipulada, exibida no telejornal RJTV 1 na sexta-feira, dia 6 de setembro. Nela, a repórter Suzana Naspolini  exibe um caderno, com palavras escritas com erros de ortografia, para induzir o público a acreditar que, na Escola Municipal Heitor Beltrão, em Parada de Lucas, não há ensino de qualidade” 

Em nota, Prefeitura do Rio de Janeiro anuncia processo contra Globo; repórter Susana Naspolini é citada

“O que a Globo não contou: que o texto com erros foi escrito pela própria repórter. A Escola Municipal Heitor Beltrão alcançou, no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) de 2017, a nota 5,5 — média semelhante à nacional das escolas do Ensino Fundamental do 1º segmento, que é de 5,8, e à municipal, de 5,7.

Por isso, a administração municipal decidiu:

• Representar contra a repórter no Ministério Público para apurar eventual prática de crime de falsidade ideológica

• Representar no órgão do Ministério Público especializado na proteção da criança e do adolescente, para apuração e responsabilização da Rede Globo por violações ao Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA)

• Pedir, na Justiça, direito de resposta, para que a população do Rio de Janeiro seja corretamente informada

Ao contrário do que pensa a Rede Globo de Televisão, o povo não é bobo.” TERMINA A NOTA.