Muitos beneficiários do programa vem sofrendo com o cancelamento do Bolsa Família, e no ano de 2019 podem não passar a não receber mais o benefício do governo, destinado as famílias de baixa renda. É preciso, que os que recebem, ou recebiam o dinheiro, saibam que o Governo Federal criou condições para realizar mensalmente uma revisão do Bolsa Família, causa de muitos cancelamentos de benefícios.

Cancelamento do Bolsa Família 2019: veja os principais motivos

O governo conta agora com a possibilidade de cruzar informações de diferentes bancos de dados, sendo que a verificação está permitindo descobrir famílias que recebem renda acima da declarada no cadastro único, que é também obrigatório estar sempre atualizado.

Veja também:

Quem recebe o Bolsa Família também pode ter um cartão de crédito?

Como fazer cartão de crédito com nome negativado no Serasa

Cartão de Crédito Casas Bahia: como solicitar o seu online

Este cadastro, como todos que fazem ou fizeram parte do Bolsa Família sabem, pode ser feito nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) dos município, confirmando seus dados para que possam continuar inscritas e recebendo o dinheiro  do programa social.

Saiba alguns dos motivos: porque seu Bolsa Família foi cancelado ou bloqueado

O último pente fino do Governo Federal no Bolsa Família analisou milhares de cadastros, e constatou que cerca de mais de 1.136.000 benefícios se encontravam em situação irregular no ano de 2018, e nesta etapa foram cancelados 469 mil pagamentos. Além disso, outros 667 mil benefícios foram bloqueados.

O cancelamento do Bolsa Família se deu principalmente por falta de consistência (dados e informações que não batem em outros órgãos onde seu CPF está cadastrado, como INSS, Rais, Caged e CNPJ), de acordo com o MDSA esta fiscalização está cad vez mais rigorosa, agora com a possibilidade de cruzar informações destes diferentes bancos de dados com o do CadÚnico,

Os principais motivos para cancelamento do Bolsa Família são:

1 – Recebe renda acima da declarada no ‘CadÚnico’

Com o Governo Federal em condições de realizar o pente-fino no Bolsa Família mensal e cruzar informações de diferentes bancos de dados, a fiscalização descobre quais famílias recebem renda acima da declarada e continuam recebendo os benefícios e inscritas no programa.

Atualizar o cadastro no CadUnico evita o cancelamento do Bolsa Família. Imagem/Governo Federal
Atualizar o cadastro no CadUnico evita o cancelamento do Bolsa Família. Imagem/Governo Federal

Muitos que estão tendo o benefício cancelado e porque estão tendo renda acima do valor permitido no programa, o cancelamento acontece quando a renda ‘per capita’ mensal passa a ser superior a R$440,00.

No caso das famílias que recebem entre R$170 e R$440 por pessoa, foram realizados apenas o bloqueio do Bolsa Família. Vale notar que os cancelamentos por motivo de renda acima da permitida, foram mais nas regiões Sul e Sudeste o país.

2 – Ausência de saque

Segundo as regras para receber o Bolsa Família em 2019, o valor deve ser sacado no máximo em 90 dias, e caso não haja o saque neste período, ou movimentação na conta por um período de seis meses, o Ministério do Desenvolvimento Social vai entender que a família não precisa mais do benefício realizando o desligamento automaticamente.

Porque meu Bolsa Família foi cancelado. Imagem/Montagem
Porque meu Bolsa Família foi cancelado. Imagem/Montagem

3 – É preciso atualizar o cadastro do Bolsa Família

Todas famílias que estão recebendo o benefício devem estar atentas e não perder o prazo para a atualizar o cadastro do Bolsa Família, que é obrigatório a cada dois anos. Informações como endereço, escola onde estudam os filhos, renda por pessoa e até se há novos membros no núcleo familiar, devem ser atualizadas pelo responsável pelo benefício.

O responsável deve ficar atento se há algum aviso sobre a atualização cadastral, ela vem no extrato do Bolsa Família. Caso o responsável não realize a atualização cadastral dentro do prazo, o auxílio financeiro fica retido, não permitindo sacar, e, depois pode ser cancelado.

4 – Informações incorretas no ‘CadUnico’

Muitas famílias caíram no pente-fino do Bolsa Família por motivos injusto e perderam o benefício, por simples informações erradas no Cadastros Único. E importante verificar se todas informações no CadÚnico estão de acordo com sua condição hoje, e estejam corretas. Uma mudança qualquer na condição familiar precisa ser informada, desde um falecimento até a simples troca de uma criança de escola.

Se o seu Bolsa Família foi cortado, e você está dentro das regras para receber o benefício, não se desespere. Basta procurar o CRAS em sua cidade ou o mais próximo para verificar o motivo do canelamento do Bolsa Família. Estando tudo certo, será possível atualizar o cadastro e  voltar a receber a ajuda financeira do Governo.