Notícias

Jair Bolsonaro é eleito o ‘racista e misógino do ano’ na França, assista ao vídeo

PUBLICIDADE

O programa Je t’aime etc., da emissora francesa France 2, resolveu fazer uma disputa no mínimo inusitada e o presidente eleito Jair Bolsonaro ficou em primeiro lugar em duas categorias. Bolsonaro foi contemplado com os troféus de racista e misógino de 2018 na premiação ‘Les Cons d’or 2018‘, que quer dizer em português ‘Os Idiotas de Ouro em 2018’.

O presidente eleito no Brasil só não faturou o prêmio de ‘ignorante do ano’ porque perdeu o posto para Kanye West. O anúncio dos vencedores foi feito pelo apresentador Sstan Gusman, que contou com a ajuda de Jean-François Marmion.

+Sergio Moro diz o que sentiu ao condenar Lula e choca, ‘até fez coisas boas’

Misógino do Ano

Para esta categoria, Bolsonaro concorreu com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, além de Rodrigo Duterte, presidente filipino. O apresentador disse que ‘não se pode fazer de besta’ e explicou que em geral quem é misógino também é homofóbico.

A presença do presidente eleito pela maioria dos brasileiros foi justificada com um vídeo gravado em 2003, quando Bolsonaro discutiu com a deputada federal Maria do Rosário. Gusman, de forma bem irônica, disse que Bolsonaro estava fazendo uma ‘declaração de amor’. Antes de anunciar o vencedor para esta categoria, o apresentador comentou que era uma ‘seleção de idiotas’.

Racista do Ano

Bolsonaro concorreu com Donald Trumpe e a cantora Sinéad O’Connor, ela disse que não queria mais conviver com pessoas brancas.

No caso do presidente eleito, foi por causa de uma entrevista dada ao CQC, onde Jair Bolsonaro afirma que seus filhos jamais namorariam uma negra, uma vez que foram bem educados.

O apresentador disse que os três mereciam o prêmio, já que a disputa estava acirrada. Era para Bolsonaro ganhar também o prêmio na categoria de ‘ignorante do ano’, mas acabou perdendo o título para Kanye West.

Confira no vídeo abaixo o momento em que Jair Bolsonaro vence as duas categorias na TV francesa.