Notícias

Haddad estuda pedir prisão de Bolsonaro para impedir vitória

Fernando Haddad quer prisão em flagrante de Jair Bolsonaro por suposto 'crime em flagrante'.

PUBLICIDADE

Nesta quinta-feira, 18 de outubro, o candidato Fernando Haddad, do Partido dos Trabalhadores (PT), confirmou que pretende ir até às últimas consequências contra Jair Bolsonaro, do PSL. Após não conseguir reverter os votos nas pesquisas eleitorais, o PT tem divulgado o que diz ser “denúncias alarmantes” sobre supostos crimes cometidos durante a campanha de Bolsonaro.

Após não reverter votos, PT agora quer prisão em ‘flagrante’ de Bolsonaro

Pelo menos duas denúncias foram enviadas pelo PT ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), nas quais a legenda do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pede a impugnação da candidatura de Bolsonaro. Sem uma resposta emergencial do TSE, nesta quarta, Haddad confirmou que estuda até pedir a prisão preventiva do candidato Bolsonaro.

Fernando Haddad argumentou que tem vídeos de Bolsonaro em que ele pede para empresários o ajudarem em campanha, mas que não quer doações. Esses empresários estariam investindo diretamente na campanha do representante do PSL.

Haddad acusa Bolsonaro de formar organização criminosa - Foto/Divulgação
Haddad acusa Bolsonaro de formar organização criminosa – Foto/Divulgação

Fernando Haddad acusa Bolsonaro de formar organização criminosa para vencer eleição

De acordo com o petista, Jair Bolsonaro teria criado uma organização criminosa com grandes empresários brasileiros. Pegando carona na fala petista, Ciro Gomes, do PDT, já estaria estudando também solicitar uma anulação da disputa eleitoral, pelo mesmo motivo visto por Haddad. Assim, com uma possível saída de Bolsonaro, a disputa seria realizada entre Fernando Haddad e Ciro Gomes.

Fernando Haddad garante que, mesmo que a justiça não apoiar sua ideia, ele pretende ir até às últimas consequências sobre a campanha de Bolsonaro no WhatsApp. O petista garante que as mensagens de Bolsonaro nessa rede social teriam custado muitos milhões de reais.

Assista abaixo ao vídeo que mostra Fernando Haddad, do PT, confirmando que estuda pedir a prisão em flagrante do candidato Jair Bolsonaro, do PSL:

Coletiva de imprensa em São Paulo #Haddad13

Gepostet von Fernando Haddad am Donnerstag, 18. Oktober 2018

 

Você leitor e que gosta de política pode assinar nosso noticiário e ter com exclusividade e de graça todo o melhor conteúdo dessa área. Para isso, basta clicar no ícone de sino, que está localizado no lado esquerdo inferior da tela do seu computador ou celular. Em seguida, basta autorizar o recebimento das mensagens. Pronto, você está conectado com o melhor da informação.