Futebol ao Vivo e Notícias

Homem que apoiava Bolsonaro é espancado por grupo do PT e morre, diz família

Homem teria ficado dias internado, antes de falecer. Informação repercutiu com destaque nas redes sociais.

PUBLICIDADE

O empresário Valdemir Cunha, mais conhecido como ‘Valdemir Livro’, faleceu no final de semana, após ficar 8 dias internado. Valdemir teria sido espancado no dia 11 de outubro, após uma discussão política. Ele era apoiador de Jair Bolsonaro, do PSL, e, segundo familiares, foi morto por um grupo do PT.

Família acusa grupo do PT de matar empresário apoiador de Bolsonaro

De acordo com uma reportagem publicada pelo site ‘Portal do Terê’ nesta terça-feira, 22 de outubro, Valdemir estava indo à uma exposição de livros no Centro de Fortaleza, quando o ataque aconteceu.

Veja também: Debate na Globo de sexta-feira (26) cancelado não será substituído por entrevistas

Um grupo de apoio a Fernando Haddad, do Partido dos Trabalhadores (PT), teria se desentendido com Valdemir. Segundo publicações de amigos e familiares do empresário, alguns petistas pediram apoio e queriam que e Valdemir Livro pregasse adesivos do presidenciável.

Apoiador de Bolsonaro morre após suposto espancamento por grupo do PT - Foto/Montagem
Apoiador de Bolsonaro morre após suposto espancamento por grupo do PT – Foto/Montagem

Filha de vítima chora e diz que pai apanhou por apoiar Bolsonaro

Os manifestantes não teriam gostado da recusa e começaram a espancar Valdemir, após descobrirem que ele era eleitor de Bolsonaro. A reportagem do ‘Portal do Terê’ revela que os pertences do apoiador de Bolsonaro também teriam sido furtados. Nesse último final de semana, oito dias após ser agredido, Valdemir veio à óbito.

Em vídeo, filha se emociona ao falar da morte de militante de Bolsonaro

Na rede social de Valdemir, muitas mensagens de amigos comentavam o caso. O Agora na Mídia recebeu fotos que seriam do empresário, pouco após o espancamento. Não conseguimos confirmar se o conteúdo era mesmo de Valdemir. A família da vítima confirmou por meio da internet que ele teria sido morto por conta da divergência política de apoiadores do PT.

Veja também em política: Pesquisa Ibope segundo turno mostra distância entre Bolsonaro e Haddad

Veja abaixo um vídeo em que a filha de Valdemir fala que o pai apanhou, após dizer que votava em Bolsonaro. A menina chora nas imagens em um vídeo forte e emocionante:

Filha de homem morto por apoiar Bolsonaro conta o que aconteceu

FILHA PEQUENA DE HOMEM MORTO POR APOIAR JAIR BOLSONARO CONTA O QUE ACONTECEUPelo que consta, Valdemir Mendes Cirino, vendendor de livros, foi assassinado por apoiar Jair Bolsonaro. * Obs: Estamos apurando mais detalhes sobre o que de fato aconteceu.

Gepostet von Comitê Bolsonaro am Sonntag, 21. Oktober 2018

Lembrando sempre que você que gosta de política pode assinar nosso noticiário e ter com exclusividade e de graça todo o melhor conteúdo do esporte. Para isso, basta clicar no ícone de sino, que está localizado no lado esquerdo inferior da tela do seu computador ou celular. Em seguida, basta autorizar o recebimento das mensagens. Pronto, você está conectado com o melhor da informação