Dilma diz que PT fará ‘aliança até com o diabo’ para derrubar Jair Bolsonaro

Em discurso polêmico, Dilma diz que se aliará até com o diabo para luta contra Bolsonaro - Foto/Divulgação
Em discurso polêmico, Dilma diz que se aliará até com o diabo para luta contra Bolsonaro - Foto/Divulgação

Nessa eleição, o PT, após mais de uma década no poder, acabou perdendo. O novo presidente eleito é Jair Bolsonaro, do PSL. Vencer e perder faz parte do jogo, mas parece que o PT está tentando de tudo para voltar ao que tinha antes. E para isso vale tudo mesmo, até fazer uma “aliança com o diabo”. Quem revelou isso – por mais absurdo que possa parecer – foi a ex-presidente Dilma Rousseff.

Em discurso, Dilma promete se aliar com o diabo para combater Bolsonaro

Nessa segunda-feira, 19 de novembro, em uma palestra realizada na cidade de Buenos Aires, na Argentina, Dilma chamou Bolsonaro de “neofacista”. A única mulher a sofrer um processo de impeachment no Brasil revelou que ela e o PT se uniriam com todas as forças para minar o governo de Jair Bolsonaro. Segundo Rousseff, uma espécie de “frente de oposição” seria criada e o único intuito seria deslegitimar o poder do líder do PSL.

Contra Bolsonaro, Dilma fala em se aliar com o diabo em 'frente de oposição' - Foto/Divulgação
Contra Bolsonaro, Dilma fala em se aliar com o diabo em ‘frente de oposição’ – Foto/Divulgação

PUBLICIDADE

Veja também: Janaína Paschoal dá dura lição ao PT e Dilma Rousseff e entra para história

“Para sermos capaz de fazer todas as alianças necessárias, com todos os segmentos. A gente fará aliança até com o diabo para combatê-los”, disse Dilma na palestra, fazendo com que sua fala repercutisse.

Ex-presidente Dilma Rousseff promove polêmica ao revelar aliança com o diabo contra Bolsonaro

São justamente as alianças que o Partido dos Trabalhadores fez que tem complicado a vida da legenda e de seus representantes. No mesmo dia em que Dilma falava em se aliar com o demônio, o ex-candidato à presidência pelo PT, Fernando Haddad, virou réu em uma ação derivada da Lava Jato.

No processo contra o ex-prefeito de São Paulo, Haddad é acusado de corrupção e lavagem de dinheiro. O Ministério Público acusa o político de ter feito caixa 2 para para as suas contas da campanha para a prefeitura paulista.

Veja também: Dilma Rousseff consegue sonhada aposentadoria e valor gera revolta

Você leitor e que gosta de notícias pode assinar nosso noticiário e ter com exclusividade e de graça todo o melhor conteúdo do jornalismo. Para isso, basta clicar no ícone de sino, que está localizado no lado esquerdo inferior da tela do seu computador ou celular. Em seguida, basta autorizar o recebimento das mensagens. Pronto, você está conectado com o melhor da informação