Com demonstração de grandeza e postura impecável, o discurso da Primeira Dama Michelle Bolsonaro, mostrou altruísmo e o desejo de fazer, por uma parte da população até então esquecida, o que nunca foi feito e por outras esposas de ex-presidentes, lembrando que a já falecida ex-primeira dama, Marisa, nem sequer aceitou assumir a função social nos governos Lula.

A fala de Michelle na posse levou às lágrimas milhões de brasileiros

Embargando a voz da interprete que narrava sua fala, ao mesmo tempo que a primeira dama e levando ministros às lágrimas, o discurso de Michelle foi sem dúvida a grande surpresa da posse, que no geral seguiu seu roteiro. A performance da Primeira Dama diante de uma multidão, com semblante de serenidade e segura de sua posição, abriu as apostas sobre o papel de Michelle no futuro do governo Bolsonaro.

Discurso de Michelle reduziu a pó as feministas e lacradoras

Eles podem ser pobres e ricos, sulistas e nordestinos, ou de qualquer lugar deste mundo, homens e mulheres, gays, negros e brancos ou índios, e não eleitores do Bolsonaro. Estão em todos os lugares. E o que se presenciou, nesta tarde de primeiro de janeiro de 2019, foi a demostração da enorme virtude da Primeira Dama, que ultrapassa qualquer conceito, qualquer barreira, fugindo a qualquer ideologia.

Sua conduta parece ter calado e provocado uma súbita surdez nas “lacradoras” nas famosas do “Ele Não”, e nessas, mais do que ninguém. Elas precisem talvez de uma linguagem de sinais para as fazerem perceber o quanto foram e continuam sendo estúpidas e incapazes, sem moral para representar a mulher brasileira.

Para a mais absoluta contrariedade de todos que rotularam Bolsonaro de “misógino”, a atitude e a fala de Michelle na posse presidencial, rompe a tradição, onde outras primeiras damas eram meras peças decorativas, ou, condenadas ao silêncio, e na sua mudez, se portando como ‘papagaios de pirata’.

Contrário tudo, a mulher teve a primeira palavra, soube falar e tocar o coração do povo ternura, mansidão e inteligência.

Nas manifestações de milhões, em redes sociais e na imprensa, Michelle hoje é a representação da mulher brasileira, lutadora, valente, inteligente, determinada, capaz e disposta a superar obstáculos. Sorry “feministas e lacradoras”! Michelle Bolsonaro reduziu vocês a pó.